Pesquise neste blog

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Por que os valores alimentares estão tão perversamente invertidos em nossa sociedade?



O que está acontecendo? Por que os valores alimentares estão tão perversamente invertidos? Por que é “inaceitável” você levar uma fruta na bolsa e ao mesmo tempo é tão natural comer uma coxinha e tomar um refrigerante as oito horas da manhã?
 Por que eu tenho que me envergonhar de procurar alimentos que nutam meu corpo, me trazem saúde e vitalidade? A vergonha não seria mais de alguém que está entupindo suas artérias, assassinando seu estômago em plena luz do dia?
Reflita! Por que aquele salgadinho sabor queijo com um cheiro horrível de chulé, não provoca estranhamento em ninguém? Enquanto que uma saborosa fruta com um maravilhoso cheiro e gosto natural é estranho?

Depois de muito refletir comecei a entender, somos uma sociedade massificada, em prol do consumo, todos tem que ser iguais, comer as mesmas coisas, vestir as mesmas roupas, usar silicone no peito, fazer plástica aqui e ali, em fim temos que ser a mesma coisa que todos, ou então seremos estranhos.

Mesmo que você não tenha nascido com nada do estereotipo moldado, afinal nenhum de nós nascemos, nascemos únicos indivíduos. Mesmo que você adore frutas e deteste salgadinhos, como é o eu caso, nem em meus momentos mais insanos alimentares, eu nunca comi um salgadinho o cheiro me dá náuseas, nunca comi macarrão instantâneo porque o simples olhar me fazia repugnar, mas você tem que comer o salgadinho e não a fruta... ou você vai cometer uma gafe, se envergonhar de ser e fazer diferente, mesmo que isso comprometa sua saúde. Sua saúde aliás pode até ficar comprometida, mas sua imagem de uma pessoas “antenada” jamais. 

Infelizmente é assim que as coisas tem funcionado... sabe por que? Porque nós acreditamos que é vergonhoso ser diferente. Por que se todos forem saudáveis não haverá tanto lucro fácil. Já imaginou o mundo sem câncer? As industrias farmacêuticas e os oncologistas e toda a indústria de exames que circula em volta do câncer iria entrar em pânico.

Não haverá o consumo astronômico do silicone, das plásticas, das academias, dos medicamentos.
Talvez você ainda não tenha entendido o que tudo isso tem a ver com a sua alimentação, mas basta você observar:

Enquanto você acreditar que refrigerante, salgadinhos, sucos em pó, macarrão instantâneo são alimentos bons e que toda a pessoa moderna, poderosa e bem sucedida deve consumir. Em outras palavras que todo cara gostoso e pagador toma uma cerveja no fim de semana, que toda mãe enche seus filhos de de suco em pó, margarina e suplemento alimentar, que para fazer uma comida com amor você precisa usar o tempero pronto do amor, que para ser um bom pai é preciso comprar um chocolate caríssimo que vem com uma porcaria de um brinquedo dentro, que para ir para a balada tem que tomar energético, que você tem que mascar chicletes, que para se divertir tem que ir a lanchonete comer um hambúrguer com seus amigos.

Enquanto gente como você acreditar em tudo isso, continuará consumindo muito, e ainda tem as clinicas de estética, para tirar as gorduras localizadas, celulites, estrias, os inúmeros cosméticos, médicos, medicamentos, para você e para seus filhos.  Gasta com comida de péssima qualidade e depois com tratamento para eliminar o mal que a comida está fazendo.

As publicidades são maravilhosas dos não alimentos, vazios de nutrientes, vitaminas mas calóricos ao extremo isso eles esquecem de te contar. E também esquecem de te contar que você jamais terá o corpo que eles dizem ser o ideal comendo o que eles estão dizendo que é bom. Como resultado você jamais será feliz. Mas gente feliz e saudável não dá lucro.

Qual é o preço de uma dúzia de maçã? De uma dúzia de banana? Com uma dúzia de maça e uma dúzia de banana você estará alimentado a semana inteira nos intervalos das refeições, mas isso não vai dar lucro para ninguém e você não irá adoecer, então coma um salgadinho ou quem sabe para aplacar sua consciência uma “barrinha de cereal”;

Não é necessário ir a uma nutricionista e nem estudar nutrição para se alimentar corretamente, basta desejar e pesquisar, ter coragem e comprometimento. E principalmente não sentir vergonha de ser quem você é. 
Seu comentário é importante para meu trabalho, deixe-o aqui.
Muito obrigado!
Fátima Jacinto
Postar um comentário
Custom Search