Pesquise neste blog

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Nosso objetivo quando recebemos um diagnóstico de câncer é lutar contra a fatalidade....



Quando o assunto é câncer duas coisa evoluem continuamente, os tratamentos convencionais e de outro lado, nosso conhecimento do que cada um pode fazer individualmente para reforçar a ação desses tratamentos. Se as circunstâncias mudam, então é óbvio que a curva de sobrevida irá modificar também.
 Nosso objetivo quando recebemos um diagnostico de câncer e se quer lutar contra a fatalidade, é criar para nós mesmos todas as condições para nos posicionarmos na extremidade direita da curva das estatísticas. Mas ninguém pode prever o curso de um câncer com precisão.  Essa é sem duvida alguma uma doença muito desconcertante, já vi jovens cheios de vitalidade sucumbirem em um ano, e velhos que estão a mais de dez anos lutando bravamente com a doença e por hora vencendo a luta, durante esses três anos de tratamento, tenho visto muita coisa, que me fazem cada vez mais pensar a respeito.
 
Cheguei a conclusão que se estivermos informados sobre a doença, se cuidarmos do nosso corpo e da nossa mente, se nos alimentarmos do que nossas células tem necessidade para estar me melhor condições de saúde, então sem duvida alguma nossas funções vitais iram se mobilizar para melhor lutar contra o câncer. E sem duvida teremos uma grande chance de vivermos melhor e por mais tempo. 

Hoje já está provado que uma dieta vegetariana, a meditação, respiração consciente, exercícios físicos, e um grupo de apoio ao paciente ajudam sem duvida alguma a uma maior qualidade de vida.
Não estou falando em fazer qualquer dessas coisas esporadicamente, estou falando em uma total e radical modificação em nosso estilo de vida. Apesar da maioria das coisas que listei a cima ter sido taxada por muito tempo como supersticiosas ou mesmo irracionais, hoje inúmeras pesquisas científicas serias, comprovam sua eficácia sem colocar nenhuma duvida. 

Atualmente pesquisas mostram que os genes do câncer, não são tão perigosos se não forem desencadeados por nosso estilo de vida não saudável. Tenho pensado que na verdade nossos genes do câncer apenas são genes que respondem mal a forma de nutrição e de vida moderna. Quem sabe eles não conseguiram se adaptar a uma dieta moderna industrializada e processada. Sem exercícios físicos e com muito estresse. 

Existe uma enorme diferença entre as pessoas que aceitam passivamente o veredito de um medico e aquelas que fazem tudo que está ao seu alcance para colocar suas próprias defesas naturais em ação.
Hoje sabemos que os açucares, refrigerantes, o fumo, as farinhas brancas, e todos os alimentos refinados e industrializados são verdadeiros adubos para o câncer, mas também uma vida corrida e estressada é adubo para o câncer. 

Mobilizar nossas defesas naturais é sem duvida alguma um dos principais pontos para chegarmos mais longe na batalha que estamos travando. Temos que nos conscientizarmos e seguir uma regra básica, que podemos ativar nossas defesas orgânicas sozinhos. Está é a regra: desintoxicação das substancias cancerígenas, alimentação vegetaria e sem agrotóxico, pacificação do nosso espírito e exercício físico. 

É óbvio que tudo isso sozinho não poderá nos curar do câncer, mas saiba que como disse no inicio dessa matéria não existe nenhum destino fechado quando o assunto é câncer. E para isso o melhor caminho é aprendermos a utilizar os nossos recurso naturais em nosso corpo e em nossa mente e vivermos uma vida mais rica. 

A ameaça do câncer as vezes nos pesa tanto que acaba por nos cegar em vermos a sua fecundidade, mas a doença na verdade pode ser o fator determinante em nossa transformação de forma positiva.
Quanto a mim eu me transformei a um ponto que nunca antes poderia ser sequer imaginado quando acreditei que estaria condenada. Foi tudo tão depressa depois do diagnostico inicial...

Seu comentário é importante para meu trabalho, deixe-o aqui.
Muito obrigado!
Fátima Jacinto
Postar um comentário
Custom Search