Pesquise neste blog

sábado, 26 de abril de 2014

Para desbloquear nossas emoções precisamos modificar nossas crenças....



Nosso desbloqueio emocional passa sistematicamente pela mudança de nossas crenças, mas não se muda uma crença em um estalar de dedos, o que precisamos na realidade é treinar nossa mente para agir e pensar de forma diferente. 
 Por exemplo, se você tem uma crença limitante que te diz: “Não sou bom o bastante”. Sempre que você se vê pensando assim você pode parar, e reformular o que está se dizendo a você mesmo: “sou suficientemente bom, não tenho necessidade de me comparar com os outros, não se trata de ser bom ou de ser ruim”, o fato de você se designar como suficientemente bom, já modifica a forma como você se coloca diante da questão, e significa também que você está se posicionando de forma a aprender cada dia mais. 

Outra crença limitante muito comum é: “Não vai dar certo”, e você pode troca-la por: “eu sei que algo vai acontecer, e sempre há uma forma de fazer as coisas darem certo, posso pedir ajuda, e também compreendo que se algo não funciona como estou querendo , existem outras coisas que podem funcionar talvez até de forma melhor, ser pessimista não irá de forma alguma me ajudar a encontrar a solução, por isso escolho conscientemente pensar no melhor.”

Quando damos a nossa mente outra forma de pensar e de funcionar, estamos modificando nossos padrões mentais arraigados, e isso modifica sem nenhuma duvida a forma como nos posicionamos diante das situações. 

Não estou com isso dizendo a você que todas as crenças alternativas vão funcionar o tempo todo. Mas o que quero que você saiba é que se você for flexível, sem duvida alguma as alternativas para uma mudança duradoura irão aparecer.

Enquanto for estiver agindo no piloto automático e tendo reações negativas diante dos problemas que se repetem em sua vida, não conseguirá sair desse circulo vicioso que está, porque o que você está fazendo é generalizando. 

Tem pessoas que se sentem impotentes para sair da cama e enfrentar o dia que lhe apresenta, como se isso fosse demais pesado para ela (este é um dos sintomas da depressão). Quando você se torna flexível em suas crenças e muda seu dialogo interno, questionando o que está falando para você mesmo, na realidade você está começando a derrotar a depressão em seu próprio campo. 

Como você pode fazer isso: comece a prestar atenção a suas reações automáticas de tristeza, impotência, desesperança, e se recuse a aceita-las. Permita-se um momento, respire profundamente e consulte mentalmente as alternativas que você tem. Encontre a que melhor funcione no momento.

Sim eu sei que isso exige tempo, esforço, mas vale a pena acredite. Aprenda a ter diante dos velhos problemas reações novas, e você verá as portas se abrindo em sua vida de uma forma que nunca antes imaginou. 

As novas portas que iram se abrir vão introduzir uma nova reação, e modificará todos os seus hábitos, você começará a se sentir bem com os outros,  começara a tomar o controle da sua vida. Mas lembre de que é um passo de cada vez. 

Comece escolhendo a parte que você consegue lidar agora, o simples fato de você sair da inércia a melhor amiga da sua depressão, já fará uma grande diferença em sua vida.

Sempre vamos ter sim obstáculos que temos que ultrapassar, mas vamos deixar de transformar qualquer montinho de terra num Himalaia. Quando nos esforçamos para vencer os obstáculos menores, estimulamos o nosso cérebro a abandonar os velhos padrões arraigados e a adotar novos padrões. 

E assim expandimos nossa consciência  permitindo a entrada de impulsos frescos e novos.
A depressão é na realidade uma mascara para nossos comportamentos inflexíveis, e apenas nossa verdadeira personalidade pode liderar o nosso verdadeiro e profundo processo de cura total. 

Sinta o poder que você tem nessas palavras: “Só você tem o poder de se curar”. Muitas vezes criamos a ilusão de que toda a nossa força nos foi tirada. Mas a verdade é que sempre podemos nos resgatar, e nos transformar passo a passo na pessoa que sempre sonhamos em ser.  

Seu comentário é importante para meu trabalho, deixe-o aqui.
Muito obrigado!
Fátima Jacinto
Postar um comentário
Custom Search